A Black Friday e a Copa irão movimentar as vendas neste fim de novembro. Além disso, segundo Fernando Baialuna, diretor de Negócios e Varejo da GfK, o bom desempenho da seleção no torneio pode servir também para aumentar o período de vendas neste fim de ano.

“A Copa surge como uma boa oportunidade de antecipação da Black Friday, mas por sua duração até próximo do Natal pode-se pensar em um calendário estendido e com diferentes categorias em foco. Temos que levar em conta até o desempenho dos brasileiros no Catar, que pode abrir margem para novas compras conforme eles seguem avançando na competição”, destaca o diretor

Porém, para que a sua empresa possa obter bons resultados neste período, é necessário investir em estratégias de marketing que chamem a atenção do seu público. Por isso, confira algumas dicas para utilizar a Copa e Black Friday em suas campanhas de atração de clientes.

Planeje como será a sua Ação de Marketing

O primeiro passo para o sucesso da sua estratégia, é pensar em como ela vai ser feita e qual resultado é esperado, pois vale lembrar que sua empresa não será a única a explorar as temáticas. Por isso, alguns pontos devem ser levados em consideração para desenvolver as suas ações, tanto de conteúdo, como de vendas. São eles:

1. Criatividade

Pense de que forma essa relação pode ser feita com sua marca de forma criativa e inteligente.

2. Conexão com público

Cada copa tem sua particularidade, então analise os comportamentos do público antes de criar as campanhas. Horários da competição, semana da black friday, proximidade com o fim do ano, todos esses são pontos que podem ser considerados para criar textos que geram conexões.

3. Monte um cronograma

Ter um cronograma de qual período em si você irá utilizar para ações é essencial. Por meio da noção de tempo necessária, você pode pode criar campanhas mais ou menos complexas. Então, mapei isso desde o início.

4. Com tudo planejado, é hora de colocar a mão na massa

Porém, não se esqueça das regras da Fifa para os direitos autorais de imagens ligadas ao campeonato. 

Como aproveitar a Black Friday na sua marca?

Apesar de existir muita discrepância entre a real origem da Black Friday, a mais aceita, hoje, é a utilização do termo durante os anos 1960, na Filadélfia, pela força policial da Pensilvânia, ao se referirem ao movimento intenso de turistas que iam às cidades grandes para iniciarem suas compras de fim de ano. 

Ao mesmo tempo, os lojistas e gerentes de grandes lojas utilizavam o termo Black Friday fazendo alusão à enorme falta de funcionários que, por conta do jantar de Ação de Graças na noite anterior, afirmavam estar doentes para não comparecer ao emprego na sexta-feira seguinte e, consequentemente, alongar o feriadão!

Porém, uma coisa é certa: a origem está associada ao momento de aumento de consumo das proximidades do fim de ano. 

Sendo assim, esse é um momento de vendas, e incentivar isso garante bons resultados. Veja o que pode ser feito:

  • Planeje ações promocionais;
  • Aposte em estratégias digitais;
  • Ofereça descontos, ou vantagens exclusivas;
  • Diversifique os canais de divulgação.

Outro ponto importante e que pode contribuir para o aumento de vendas na sua marca, é o e-commerce. Segundo pesquisa realizada pela Opinion Box com All In e Americanas advertising,  49% dos consumidores pretendem comprar por Marketplaces nesta Black Friday. 

Por fim, não se esqueça de garantir um excelente atendimento e experiência para que o seu cliente volte a comprar depois da Black Friday. 

Amazon Prime Day: Case de sucesso na Black Friday

Um case de sucesso e que você pode usar como inspiração na sua estratégia, é o Amazon Prime Day.

O evento nasceu como um dia dedicado a vendas e descontos exclusivos e que não necessariamente precisa ser feito no dia da Black Friday. A estratégia da Amazon permite tirar um insight importante e que vai de encontro ao que destacamos no início do texto: é possível replicar essas ações em outras datas e também colher bons resultados.

Em 2019, por exemplo, o marketplace vendeu mais de 80 mil ebooks no Brasil em único dia, mesmo com a ação tendo sido organizada em setembro, dois meses antes da Black Friday.

Isso acontece porque é possível trabalhar a visibilidade e também competir com uma menor concorrência. Por isso, aproveite que o período da copa vai até dezembro e também a proximidade com as festas de fim de ano, e analise se faz sentido para sua marca estender ou reservar condições exclusivas para outros dias além da sexta-feira negra. 

Dicas para vender mais com a Copa

Já vimos que o objetivo da Black Friday é aumentar as vendas. Assim, a Copa pode entrar para tornar as campanhas mais criativas e maximizar o resultado esperado.

Você provavelmente se lembra de alguma campanha que tentou vender um produto levando em consideração esse período. “Leve essa TV com desconto e aproveite os jogos com sua família”. É nesse ponto que a competição entra.

Além disso, ela também pode ser utilizada para tornar as campanhas mais criativas, conforme destacamos a importância desse ponto no início. Logo, aproveite as diversas referências ao futebol para criar cópias mais atrativas.

Também não se esqueça de engajar os clientes nas redes sociais. Em paralelo com suas campanhas e promoções, invista em conteúdos para reforçar o clima da Copa e Black Friday na sua marca. 

Busque Parcerias para melhor aproveitar as Oportunidades

Para maximizar ainda mais o resultado, esse é o momento de buscar parcerias estratégicas. Assim, podem ser buscadas tanto parcerias para o conteúdo, como também comerciais, tanto para aumentar as vendas, como para oferecer ainda mais benefícios aos clientes.

No caso das comerciais, é possível destacar o que é feito pelo Parceiro Magalu. Nesse caso, uma empresa pode vender através do projeto, mesmo sem ter um e-commerce, e uma comissão é repassada ao Magazine Luiza. Com isso, é possível aproveitar o boom das vendas digitais para aumentar os lucros.

Outro tipo de colaboração muito eficaz, é a que é oferecida pela Rede Parcerias. 

Dentro do Clube de Vantagens, há uma seleção dos melhores benefícios em centenas de parceiros. Dessa forma, ao levar a plataforma para sua marca, você une todas essa parcerias ao seu produto ou serviço, tornando-o ainda mais atrativo para atrair novos clientes.

Por fim, invista nas parcerias de conteúdos. Para isso, você pode criar conteúdo e pedir que seus colaboradores compartilhem nas redes deles, ou mesmo buscar influencers ou outros negócios que complementam o seu para produzir conteúdo juntos. Confira como o Spotify e a Netflix utilizaram dessa estratégia para promover ambas as plataformas. 

Anotou as dicas? Então corre para colocar em prática, pois a Copa e a Black Friday já estão batendo na porta.

Para aprender mais sobre outros conteúdos, acesse o Blog do Rede Parcerias

banner sobre Clube de Vantagens com uma pessoa segurando um celular