Descubra como usar a Gamificação para fidelizar clientes

Passar horas tentando derrotar o chefão, conquistar todos os pontos e superar os obstáculos. 

Isso te faz lembrar dos tempos em que você jogava seu videogame favorito? E que tal trazer os jogos de videogame para a vida real? Mas espera, você não vai precisar vencer o chefão ou virar um gamer!

Olha só que dados interessantes:

  • Foram 485 milhões de apostas na Mega da Virada 2023
  • 7 horas é média de tempo em jogos de quase metade da população do país
  • Centenas de grandes empresas já lançaram grandes projetos de gamificação

Os números mostram o interesse dos brasileiros em jogos.

Aproveitando essa tendência, aqui a gente te conta o que é gamificação e como essa ferramenta pode fidelizar clientes e mudar os resultados da sua empresa. Confira!

O que é Gamificação?

ilustração que representa  o que é gamificação

Gamificação, ou gamification (em inglês), é o termo utilizado para definir a aplicação de estratégias de jogos de videogame em atividades diárias com o objetivo de engajar, facilitar o aprendizado e motivar comportamentos. 

O termo foi criado em 2002 pelo programador de jogos Nick Pelling, e aplicado em sua startup, Conundra. O objetivo principal era ter plataformas de entretenimento em dispositivos eletrônicos para os fabricantes. Porém, muita coisa mudou desde então. 

Hoje, o objetivo da gamificação é tornar atividades mais interessantes e divertidas, incentivando a participação e a colaboração. 

Assim, ela capitaliza o desejo humano inato de competir, alcançar metas e ser recompensado, transformando tarefas comuns em experiências envolventes e gratificantes. Isso fez com que muitas empresas já estejam de olho nessa estratégia.

Segundo pesquisa da Forbes, ainda em 2013, mais de 70% das empresas da sua lista Global 2000 Companies afirmaram que planejavam usar a gamificação para fins de marketing e fidelização de clientes

Como vimos acima, os brasileiros possuem um interesse natural em participar em ações desse modelo, o que traz um grande potencial para essa estratégia também no Brasil. Nesse sentido, empresas que investirem nessa inovação poderão sair na frente.

Elementos principais da Gamificação

Segundo Gabe Zichermann, autor de diversos livros sobre gamificação, ela pode ser entendida como 75% psicologia e 25% tecnologia. 

Isso significa que, o aspecto mais importante é como o cérebro humano reage quando colocado em situações de busca por recompensas, competição, satisfação em utilizar seus instintos e diversão. 

Tendo como base essa informação, é possível traçar alguns elementos principais da gamificação:

  • Relacionamentos: elemento fundamental para engajar os jogadores;
  • Restrições: todo jogo possui regras. Quais são? O que é proibido na hora de jogar? Isso evita dúvidas dos participantes; 
  • Emoções: quais emoções e sentimentos você deseja despertar? Alegria? Adrenalina? É preciso ter isso claro;
  • Storytelling: a arte de contar histórias e narrativas para se conectar com que participa do jogo ou de alguma comunicação; 
  • Recompensas: oferecer recompensas para os vencedores é essencial, elas podem ser como pontos, subir de nível, descontos ou mesmo um prêmio físico.

Por fim, não se esqueça sempre de usar a criatividade. Converse com o seu público, entenda suas preferências, mapeie datas comemorativas e use tudo isso para criar ações interessantes e divertidas. 

Gamificação para fidelização de clientes: entenda a importância

cliente participando de uma ação de gamificação

Como já foi dito, no contexto do marketing, a gamificação pode aumentar o engajamento do cliente e promover fidelidade à marca. Isso porque essa é uma ação que permite uma maior conexão e, consequentemente, satisfação do cliente

Porém, um dos segredos para tirar o melhor proveito dessa estratégia, é utilizá-la no seu programa de fidelidade.

Em um programa de fidelidade, é possível utilizar jogos de diversas formas. Um fator muito eficiente é o de premiação, troféu ou estrela por ações executadas. Oferecer recompensas após vencer jogos, também estimula o cliente a continuar consumindo seu produto.

De acordo com uma pesquisa da Colloquoy, cerca de 27% dos millennials dizem que permaneceriam em um programa de fidelidade que incluísse um jogo competitivo ou um aspecto social, o que confirma a importância disso.

Portanto, atrele a estratégia de gamificação ao seu programa de fidelidade e potencialize as estratégias de fidelização de clientes da sua marca. 

Exemplos de gamificação para clientes que você precisa conhecer

Entendeu o que é a gamificação, mas não tem ideia de como aplicar ela na sua marca? Uma boa forma de começar a resolver isso, é conhecendo projetos que outras empresas utilizam. Dessa forma, você consegue ter ideias de como criar as suas próprias ações.

Para facilitar a sua busca, separamos 4 exemplos que você precisa conhecer!

1. My Starbucks Rewards 

A melhor maneira de instigar seu cliente a consumir é oferecendo bônus a ele. Pensando nisso, O My Starbucks Rewards é um ótimo exemplo dessa ação.

Para essa ação, foi criado um aplicativo da Starbucks, onde o cliente ganha estrelas após compras e elas podem ser trocadas por bebidas ou alimentos gratuitos em qualquer uma das lojas da Starbucks. 

2. Duolingo

A empresa Duolingo emprega esse sistema de forma simples na sua ação. Para deixar o serviço de aprendizado mais interativo e divertido, eles adotaram ações de níveis, metas diárias, conquistas e selos para engajar os estudantes. 

Uma das tarefas, inclusive, consiste em fazer uma lição todos os dias, para assim ganhar pontos, algo que incentiva a constância no acesso ao aplicativo. A plataforma também conta com recompensas para aquelas que atingem metas e rankings dos que tiveram um melhor desempenho.

Com isso, os planos de assinatura oferecidos ficam muito mais atrativos.  

3. Nike+Run 

Uma das marcas mais conhecidas do mundo, a Nike utiliza gamificação no aplicativo Nike+Run desde 2010. 

No aplicativo, é possível contabilizar tempo de corrida, distância percorrida, níveis de saúde e comparar com suas gravações anteriores. Além disso, também é possível competir com seus amigos e outros usuários. 

Com essa ação, a marca incentiva os clientes a fazerem atividade física e se conectarem com a marca durante esses momentos. 

4. Clube de vantagens do Rede Parcerias

Por fim, temos um exemplo brasileiro. 

Aqui no Rede Parcerias, desenvolvemos clubes de vantagens para diversas empresas que trabalham com clientes no modelo de recorrência (como financeiras, seguradoras e provedores de internet).

Como forma de buscar engajar os usuários dos clubes mesmo quando eles não precisam fazer compras, surgiram os nossos jogos autorais, como quebra-cabeça, jogo da memória, bolão e muito mais.

Cada usuário que vencer o desafio ganha uma recompensa, o que gera diversão e também conexão com a marca dos nossos clientes. 

Conclusão

Em resumo, a gamificação é uma estratégia inovadora que permite com que marcas se conectem e fidelizem os seus clientes. Como resultado, empresas que adotam essas ações já saíram na frente para garantir a satisfação do cliente.

Chegou até aqui e também quer levar esse diferencial para sua marca? Então não deixe de acessar o nosso clube demonstrativo e descobrir mais sobre os jogos autorais e outros benefícios que podemos oferecer para o seu público.